Women in office - 1280x854
Improve Business

Improve Business

Improve Business atua em parceria com a aceleradora Black Rocks para impulsionar startups

Em uma série de encontros virtuais de Design Sprint, trabalhamos com as startups selecionadas para aprimorar seus potenciais. 


A mágica do Design Sprint acontece quando percebemos a ferramenta possibilitando que grandes talentos direcionem seus esforços e habilidades da melhor forma. Em outras palavras, é como ver aquele filho que é um grande prodígio de fato chegar ao troféu depois de muito se esforçar. Dentre os projetos que fizeram parte do escopo da Improve Business em 2020, tivemos o prazer de atuar lado a lado com a aceleradora Black Rocks dentro do Grow Startup – um programa de startups voltado para empreendedores negros. 

O programa foi montado com o objetivo de ensinar as lideranças e suas equipes a lapidarem suas startups, encarar os desafios do mercado por uma perspectiva mais assertiva e contar com um ambiente com o suporte de mentores, realização de workshops, contato com possíveis clientes e ampliação do networking. As startups selecionadas ganharam acesso ao boostLAB, um hub de negócios do BTG Pactual para empresas Tech, além de créditos de US$ 5 mil por dois anos em ferramentas e recursos da Amazon e ao programa de conexão das startups com grandes empresas. 


Com essa capacitação, as startups encerarram o programa mais preparadas para aproveitar boas oportunidades de negócios e também acesso a fundos de investimentos. Algumas estatísticas brasileiras reforçam a importância de iniciativas como essa. Dados da Associação Brasileira de Startups apontam que apenas 6% das startups do Brasil são fundadas por empreendedores negros e negras. O dado é ainda mais alarmante quando levamos em consideração que 56% da população brasileira é formada por pessoas negras. Além disso, 51% dos microempreendedores do Brasil também são negros. 


 

Ao todo, o programa recebeu 162 inscrições de todo o país, sendo 42% das startups com mulheres entre os fundadores. Foram 18 pré-selecionadas para a fase de apresentação de pitches à banca avaliadora. Ao final, 10 startups foram selecionadas para avançar, das quais 8 passaram pelo processo de Design Sprint com a Improve. As startups foram avaliadas de acordo com os seguintes critérios: problema identificado, dimensionamento de mercado, estatísticas, pesquisas, público-alvo, solução, proposta de valor, produto, modelo de negócios, percepção dos concorrentes, diferencial competitivo e composição da equipe. 


“Só tenho a agradecer pelo treinamento, pelo olhar e análises. Nunca vi alguém que consegue ser tão humano e analítico ao mesmo tempo”, comentou Gilmar Bueno, CEO da startup Unicainstância, referindo-se ao trabalho de Igor Souza, sócio e consultor da Improve Business.


“A experiência em participar dessa design sprint liderada pela Improve foi simplesmente maravilhosa, fantásticas descobertas. Fiquei encantado com a leveza, o profissionalismo e o respeito que o time Improve tocou cada etapa. Senti o envolvimento acentuado com o crescimento de cada startup participante. Que essa preocupação com o sucesso de todos que passam pelas mãos de vocês reflita o próprio sucesso de vocês. De mãos juntas e postas, agradeço a oportunidade em ter conhecido esse Dream Team”, avaliou Flávio Oliveira, CEO da startup EdukarNegócios. 


“Para mim, a satisfação de conseguir compartilhar conhecimento e ajudar as startups a dar mais um passo na sua caminhada é um imenso prazer. Sou apoiador do BlackRocks Startups desde o início e sempre me senti muito representado pela iniciativa e todo impacto gerado por meio das suas ações. Poder oferecer a estes empreendedores uma abordagem acolhedora e empática, sem abandonar o conhecimento técnico necessário para construir negócios de sucesso, é um diferencial deste programa e tenho certeza que se tornará um modelo para desenvolvimento de negócios a partir de novos olhares.”, availou Igor Souza, sócio da Improve Business. 


Na fase de atuação da Improve, para realização do Design Sprint, os critérios avaliados foram engajamento com o programa, entendimento dos clientes, maturidade e formação dos times, maturidade da solução e potencial.

Todas as participantes receberam  o desafio de trabalhar colaborativamente para o input e organização de informações, que lhes auxiliaram nas tomadas de decisão ao longo do Design Sprint, bem como na absorção dos conhecimentos transmitidos ao longo dos seis encontros.

Ao longo de todo o trabalho, realizamos ajustes que permitiram a adequação da metodologia do Design Sprint à necessidade atual das startups, para que elas pudessem se desenvolver. Corrigimos o desnível entre grupos e também entre equipes. E ao final, entendemos que foi extraído o máximo que as startups podem entregar, em um trabalho que gerou muitas reflexões, embasamento teórico e facilitação do domínio de ferramentas. 

Notamos a necessidade de ampliar discussões sobre tecnologia e modelagem do negócio com todas as startups, assim como notamos que, com os devidos ajustes, há uma capacidade clara de evolução em cada uma das soluções selecionadas. 

Foi um prazer imenso fazer parte de um programa tão especial e de poder escrever esse trecho da história de todas essas startups, que com certeza ainda veremos brilhar muito pela frente. 

Conteúdo produzido por Karina Alves.

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Que tal nos contar sobre o
que você está querendo saber?

Que tal nos contar sobre o que você está querendo saber?

We Work Paulista
Av. Paulista, 1374
Bela Vista, São Paulo - SP
01310-100
Email: contato@improve.business
es_AR
Artboard 2@150x

Insira os dados abaixo para efetivar o download.